1. Home
  2. Avaliações
  3. Testei várias manoplas de bicicleta MTB e encontrei as melhores
Testei várias manoplas de bicicleta MTB e encontrei as melhores

Testei várias manoplas de bicicleta MTB e encontrei as melhores

43.55K
0

As manoplas de bicicleta são componentes que podem tornar sua pedalada um martírio.

Se você não encontrar o modelo ideal sofrerá com diversas situações como dormência das mãos, dores nos punhos, mal controle da bike, etc.

Até encontrar o meu modelo ideal eu testei 7 tipos e marcas diferentes de manoplas. Vale destacar que todos eu comprei e paguei com meu próprio dinheiro. Portanto não há influência nenhuma dos fabricantes nos resultados que eu apresentarei.

Não quer dizer que o melhor equipamento para mim seja o melhor equipamento para você!

No entanto, neste teste você poderá conhecer um pouco mais sobre vários tipos de manoplas e terá condições de escolher as que mais lhe agrada.

Vamos lá!

Crank Brother Cobalt – Um lindo punho, mas desconfortável.

punho-4-bike-tribe.jpg

Como eu já citei em outros posts, a bicicleta que eu utilizo recentemente é uma Caloi Elite Carbon. Originalmente os punhos que vêem de fábrica são os Crank Brother Cobalt. Eles são lindos, quando instalados na bike deixam o cock pit com um excelente aspecto. A qualidade é inquestionável, no entanto por ter uma espuma muito fina ele não absorve impacto algum. O diâmetro também é bem pequeno o que faz com que as mãos fiquem muito fechadas ocasionando dores na palma das mãos.

Shimano Pro sem travas – O conforto é seu trunfo

punho-6-bike-tribe.jpg

Saí do Cranck Brother e fui para um modelo Shimano Pro, sem travas nas extremidades. Fiquei muito satisfeito até que peguei a primeira chuva numa trilha. O fato dele não possuir travas faz ele “dançar” no guidão, hora para o lado da manete de freios, ora para fora do guidão. Isto é péssimo e perigoso. No entanto o conforto da sua pegada é fantástica. A parte abaulada no meio do punho proporciona uma pegada firme e sem dores ou dormências. Outro problema desta manopla é a absorção de água. Ela fica encharcada quando molhada.

High One – Bonitinho, baratinho mas desconfortável

punho-5-bike-tribe.jpg

Este modelo de manoplas é um dos mais bonitos, na minha opinião. No entanto ela sofre com os mesmos problemas do Cranck Brother. Não absorve impacto nenhum e pelo diâmetra causa muitas dores nas mãos.

Shimano Pro com travas – Este sim é um dos melhores

punho-1-bike-tribe.jpg

Não fiquei muito tempo utilizando o High One e pulei logo para um par de Shimano Pro com travas. Confortável, com design ergonômico e ótima aparência este punho é um dos meus preferidos.

Specialized Body Geometry – Muito bom só para passeios

punho-2-bike-tribe.jpg

Nas vésperas do Iron Biker 2015 eu estava com meu par de Shimano Pro detonado. Depois de alguns tombos as extermidades ficam quebradas e esfarelando. Decidi testar o Specilized Body Geometry. Como estava na última semana de treinamentos para o Iron Bike, fiz somente pedaladas curtas e falhei em não testar agressivamente este modelo. Fui para a competição com eles acreditando que o conforto do seu design aliviaria um pouco o sofrimento de uma prova dura como o Iron Biker. Para uma pessoa que irá rodar pouco, sem agressividade este punho é fantástico. Para quem compete, este punho é muito desconfortável. Ele limita a posição das mãos e impede uma pegada mais baixa por exemplo para subir um montanha ingreme. Apesar de ser ergonômico, a borracha é muito dura o que causa dormencias e dores nas mãos

Ritchey – O bom, bonito e barato

punho-7-bike-tribe.jpg

Apesar de ser um punho sem travas de alumínio nas extremidades, esta manopla não corre no guidão. Ele fica firme e não gira. O conforto é semelhante ao Shimano Pro. Há dois problemas com esta manopla que são o esfarelamento da borracha e a absorção de água.

ESI Grip – a manopla perfeita

punho-3-bike-tribe.jpg

Por indicação de um amigo comprei um par de ESI Grip para competir na Copa Internacional de MTB em Congonhas. Antes ainda fiz dois treinos muito pesados, sendo um deles bem longo. Posso dizer que encontrei o melhor punho do mercado. Ele é bem difícil de encontrar no Brasil, mas o site oficial da marca (esigrips.com) despacha para o mundo todo, e vale muito à pena adquirir. Não é a toa que é utilizado por vários atletas profissionais do ranking UCI como Absalon, Kulhavy, Emily Batty, entre outros. Ele absorve magnificamente os impactos e mesmo depois de horas pedalando minhas mãos não sofrem com nenhum tipo de dor ou formigamentos. O silicone, material utilizado para fabricar os punhos, são bem compactos, não absorve umidade e por ser bem largo permite trocas de posições das mãos no guidão. O grande problema desta manopla é a sua instalação na bicicleta. Em casa é impossível instalar. Será necessário ar comprimido para fixá-lo. Além de tudo é extremamente leve pesando só 50g.

Gravei este vídeo ensinando como instalar o ESIGrips na sua bike. Veja aqui.

E você? Quais manoplas de bicicleta utiliza? Deixe sua contribuição comentando abaixo. Vamos ajudar nossos colegas a encontrar

Guilherme Guimarães Guedes Editor e produtor de conteúdos para o site BikeTribe.com.br. Atleta amador de Mountain Bike. Participo de competições por todo o Brasil. Administrador da Equipe Bike Tribe Team. Treinador: Prof. Daniel Adário da Adário Consultoria Esportiva
Please enter Google Username or ID to start!
Example: clip360net or 116819034451508671546
Title
Caption
File name
Size
Alignment
Link to
  Open new windows
  Rel nofollow